fbpx

Em tempos de relações superficiais conhecer pessoas que realmente se preocupam em serem cumpridores do que dizem é um bem valioso.

 

O tempo todo nos costumamos fazer promessas que não podemos cumprir, não que nossa intenção seja a mentira, mas porque nos acostumamos a dizer meias-verdades, de forma que nem nos damos conta do mau hábito que acabamos criando.

 

“Em um minuto já te passo.”

E o um minuto, virou em horas.

“Até amanhã isso estará pronto.”

E o amanhã virou dias.

“Vou ver e já te ligo.”

E a pessoa precisa retornar à ligação, porque a mesma não acontece.

 

Por exemplo, canso de ir em lojas onde o produto que estou a procura está anunciado na internet e não ainda disponível no estabelecimento, e os vendedores me prometem que ligarão assim que chegar, e eu estou até hoje esperando #sqn.

 

O fato é que, embora essas práticas já tenham virado expressões corriqueiras do dia-a-dia, elas são promessas que fizemos e não cumprimos.

 

A escolha do que dizemos precisa ser levada a sério, pois quando nos comprometemos em fazer algo, temos que ter consideração com a pessoa a quem prometemos, afinal essa pessoa está contando conosco.

 

 Cumprir o acordo é também respeitar a nós mesmos, pois colocamos em jogo a credibilidade para nossa reputação.

 

Quando assumimos um compromisso, é como se assinássemos um contrato, e nossa assinatura é a nossa credibilidade, uma palavra que deixa de ser cumprida é como se amassássemos esse papel, que depois de enrugado jamais voltará a ser liso. E a credibilidade que leva tempo para ser conquistada, em instantes pode ser desconstruída.

 

Tanto nas relações pessoais, como nas profissionais, o grau de confiabilidade em alguém não se mede por seu status, mas pelas atitudes que você pratica. O grau de confiança é o resultado de uma combinação do que somos com o que fazemos.

 

Credibilidade é o maior bem que se pode adquirir ao longo da vida.

 

O modo e a franqueza como tratamos as outras pessoas, define nosso grau de comprometimento com as situações.

 

E como é bom poder contar com alguém! No ambiente de trabalho então é ótimo!

 

Ter a confiança de que aquele processo está nas mãos certas, que a pessoa irá assumir a responsabilidade e honrar o compromisso.

 

Ou ainda, trabalhar numa empresa onde o mundo pode estar desabando lá fora, mas se tem a tranquilidade de que as promessas e os compromissos assumidos com você serão honrados independente de qualquer dificuldade.

 

Claro que erros e enganos não estão descartados porque há credibilidade, mas o fato de você ser transparente em tudo que faz, irá lhe assegurar créditos para esses momentos de imprevistos.

 

Situações como dizer um “não” pode ser difícil, mas é necessário quando você realmente não puder realizar. A sinceridade mesmo que doída, é muito mais vantajosa do que ser rotulado como o enrolão.

 

Assumir a vulnerabilidade nunca é sinal de fraqueza ou incompetência, pelo contrário, antecipar-se ao cenário e pedir mais prazo, pedir ajuda, admitir falhas e pedir desculpas, comunica que você é uma pessoa preocupada e honesta.

 

Todos entendemos que as coisas podem dar errado, o que o incomoda nesses momentos de tensão, são as desculpas. É muito chato quando contamos com alguém e essa pessoa frustra nossas expectativas, além do prejuízo de tempo perdido, fica aquela imagem de descrédito que a pessoa criou.

 

Tenha sempre uma conduta correta e nunca se baseie pelas peripécias que os colegas chegados na malandragem, dizem fazer. Sempre colhemos o que semeamos, e se você plantar ética, respeito, parceria, consideração, será o que o universo lhe devolverá.

 

“Pessoas de caráter fazem a coisa certa não porque elas acham que isso irá mudar o mundo, mas porque elas se recusam a serem mudadas pelo mundo.”

Michael Josephson

 

Em meio a tanta falsidade, a maioria das pessoas buscam relacionamentos duradouros e naturalmente se ligam aqueles que conquistam e merecem confiança.

 

E o mesmo acontece no mundo dos negócios, em meio a tantos profissionais que se corrompem em nome da guerra, pequenas diferenças de comportamento e atitudes podem resultar numa enorme vantagem competitiva.

 

Então na próxima vez em que for fazer alguma promessa tenha cuidado e escolha bem as palavras.

 

“Depois lhe dou retorno.”

Retorne, nem que seja para dizer que ainda não resolveu.

 

Constituir e manter uma reputação coerente exige esforço e vigilância, mas, aos poucos você sente as recompensas no seu equilíbrio emocional e na maneira como as pessoas a sua voltam passam a lhe perceber.

 

 

Gostou desse assunto. Então leia também:

Falar é importante. Ouvir é fundamental!

Liberte-se das armadilhas que te impedem de crescer profissionalmente

Relacionamento ou produto, o que você compra?

O que encanta o cliente

E-mail: Pense antes de enviar

Bom dia alto astral!

 

Sou Flavia Machado Okuyama, e trabalho com Marketing de Relacionamento com o Cliente, porque acredito que as relações humanas são a peça fundamental para melhores negócios. 

Gestora da Class Marketing, uma empresa que ajuda marcas a fazerem a diferença na vida das pessoas.

Quer receber meus conteúdos? Clique aqui e não perca as novidades.

CompartilheShare on FacebookTweet about this on Twitter